Busca:
Notícias Notícias:
Publicada em 30/07/2019 às 18:53
Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
foto: Divulgação
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico
  • Mãe e filha são agredidas durante confusão em bar no Jardim Oceânico

Um grupo de homens e mulheres agrediu duas mulheres dentro de um bar, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na noite deste domingo, após uma discussão envolvendo um cachorro. A designer Pamela Espinosa, 39 anos, é chilena e vive no Brasil há quase 20 anos. Ela e a filha, Sofia Espinosa, de 19, foram espancadas com chutes e pontapés e até mordidas. Os agressores conseguiram fugir do local.
 
De acordo com Pamela, a briga começou depois que ela pediu para um homem da mesa ao lado parar de maltratar o cachorro que estava com o grupo: "Ele estava enforcando um cachorrinho. Varias pessoas reclamaram e eu falei pra não fazer aquilo com o animal, foi quando ele começou a gritar que o cachorro era dele e que fazia o que queria", conta. 

Fotos da agressão / Reprodução aplicativo:






Segundo a designer, o grupo era composto por três mulheres, dois homens, uma adolescente e um menino de aproximadamente 10 anos. Eles estavam com dois cachorros na área externa do bar, onde aconteceu o tumulto. Uma das mulheres se envolveu na discussão e começou com as agressões contra Pamela. "Quando o homem começou a gritar comigo, eu falei para ele parar, se ele quisesse que gritasse com a mulher dele. Depois que eu disse isso, uma das mulheres levantou e disse que a mulher dele era ela e começou a me agredir, na frente da minha filha", conta. Assista ao vídeo da confusão:




A filha da Pamela, Sofia Espinosa, empurrou a mulher para tentar separar a briga, mas foi derrubada no chão e agredida com chutes: "Quando o marido dela viu minha filha empurrando a mulher, ele gritou e derrubou minha filha no chão. Uma amiga deles começou a me enforcar e outra puxava meu cabelo. Enquanto isso eu via uma loira dando joelhadas na cabeça da minha filha, jogada no chão, o marido dela mordia o braço da Sofia constantemente", explica.

A briga foi separada por garçons do estabelecimento. Pamela explica que enquanto era espancada, os outros clientes não apartavam a confusão, pois o rapaz que começou as agressões gritava que estava armado e ninguém deveria intervir. 

O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca) como lesão corporal. A Polícia Civil informou que as testemunhas serão ouvidas na unidade. A designer conta que ela e a filha foram ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames de corpo de delito e no momento, aguardam a identificação dos autores.

« leia mais notícias

fonte: https://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2019/07/5667843-mae-e-filha-sao-agredidas-durante-confusao-em-bar-na-barra-da-tijuca.html#foto=1

Cadastre-se para receber a nossa newsletter: