Busca:
Notícias Notícias:
Publicada em 06/02/2018 às 20:52
Área do velódromo, no Parque Olímpico, receberá espaço para espetáculos e museu
Área do velódromo, no Parque Olímpico, receberá espaço para espetáculos e museu
Atualmente, espaço é usado para treinos e tem escolinhas - Bárbara Lopes / Agência O Globo

O Parque Olímpico da Barra vai ganhar ainda este ano um novo espaço voltado para a cultura. A previsão é que, até julho, uma área de 155 metros quadrados do Velódromo, um dos quatro equipamentos sob os cuidados da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo), esteja pronta para receber apresentações teatrais, shows, balés, exibição de filmes e palestras. A novidade foi adiantada na última quinta-feira pela coluna “Parada obrigatória”, do jornalista Christovam de Chevalier, do GLOBO-Zona Sul.

A área a ser utilizada fica embaixo da pista de ciclismo, e ainda precisará passar por obras de adequação. Deverá ser batizado de Espaço Multiuso Sala Cico Caseira, em homenagem ao ator e diretor morto no ano passado, e contará com sala de ensaio e sala para apresentações.

Atualmente, o Velódromo recebe apenas escolinhas de ciclismo e treinos de atletas. O projeto da nova área, até então ociosa, será do premiado arquiteto Robson Jorge, responsável por criar teatros arrojados como o Poeira, em Botafogo, e o do centro cultural Oi Futuro Flamengo. A ideia é que a sala de apresentações possa ter a disposição dos assentos modificada de acordo com o tipo de espetáculo, seja ele uma sessão de cinema ou uma peça em formato de teatro de arena.

— É um espaço que chamamos de multiconfiguracional, pois dispõe de equipamentos cenotécnicos que podem ser mudados de lugar. Não tem um lugar fixo para o palco ou para a plateia, o que dá uma maior liberdade — explica o arquiteto, que considera a nova empreitada uma forma de promover um melhor aproveitamento dos equipamentos públicos. — É positiva a ideia de dar finalidade a espaços que estão subaproveitados, abrindo-os à comunidade.

Até o fim do primeiro semestre, o Velódromo receberá também o E-Museu Nacional do Esporte, que reunirá acervos de entidades esportivas brasileiras, com o intuito de registrar a memória dos atletas e preservar o legado dos megaeventos realizados no país.

« leia mais notícias

fonte: https://oglobo.globo.com/rio/bairros/area-do-velodromo-no-parque-olimpico-recebera-espaco-para-espetaculos-museu-22359885

Cadastre-se para receber a nossa newsletter: