Busca:
Notícias Notícias:
Publicada em 15/05/2018 às 21:12
Gigogas se deslocam em direção à Praia da Barra
Gigogas se deslocam em direção à Praia da Barra
Gigogas são vistas na lagoa de camorim, flutuando na direção da praia da barra - Foto do Leitor / Mario Moscatelli

No início da tarde desta terça-feira, o biólogo Mario Moscatelli filmou uma grande quantidade de gigogas se deslocando na direção da Praia da Barra. As plantas estavam na Lagoa de Jacarepaguá, indo para a Lagoa do Camorim, na altura da Avenida Ayrton Senna. Blocos de gigogas se moviam rapidamente, de acordo com a maré.

Comumente vistas na Lagoinha das Taxas, no Parque Chico Mendes, as gigogas são plantas que indicam a poluição da água. Têm a função de limpar o ambiente, mas, na região, muitas vezes proliferam além do desejado, alimentadas por nutrientes oriundos de despejo ilegal de esgoto.



— Essas imagens nada mais são que a resposta da natureza à transformação de rios e lagoas em latrinas. As autoridades municipais e estaduais foram alertadas — diz Mario Moscatelli, calculando que cerca de 50 mil metros quadrados de gigogas, quantidade suficiente para cobrir cinco campos de futebol, estejam se deslocando para a orla. — Junto com as gigogas, há muito lixo e cianobactérias. Por mais comum que o problema seja na região, isso não é normal. Não é toda hora que se vê cinco campos de futebol de gigoga escoando lagoa abaixo.

Segundo o ambientalista, não é possível dizer se as plantas chegaram ou chegarão até o mar, mas o risco existe. Se isso acontecer, ele acredita que elas alcançariam primeiro o Canal da Joatinga, na parte final da Lagoa da Tijuca.

— A chegada das gigogas ao mar vai depender do estado da ecobarreira da Lagoa da Tijuca e da intensidade da variação da maré — afirma Moscatelli.

« leia mais notícias

fonte: https://oglobo.globo.com/rio/bairros/gigogas-se-deslocam-em-direcao-praia-da-barra-22685289

Cadastre-se para receber a nossa newsletter: